Renegociação do Fies

Renegociação do Fies será de 7 de março a 31 de agosto

Foi regulamentado pelo governo federal nesta quinta-feira (10) os procedimentos para a renegociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

As negociações sobre a liquidação do saldo devedor estão previstas para começar em 7 de março e durarão inicialmente até 31 de agosto. No total, cerca de 1,3 milhão de alunos podem participar da revisão do contrato.

A renegociação da dívida do Fies foi iniciada no final do ano passado com uma medida provisória, a MP nº 1.090.

De acordo com a regulamentação, para alunos com dívidas vencidas de 90 a 360 dias, a medida prevê desconto de 12% sobre o saldo devedor, isenção de juros e multa e parcelamento em até 150 vezes.

Em caso de inadimplência superior a 360 dias, a MP oferece desconto de 86,5% sobre o saldo devedor, também com eliminação de taxas.

Se o aluno estiver cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico) e for beneficiário do auxílio emergencial, o desconto é de 92%. Além disso, o valor remanescente dessa dívida pode ser parcelado em até dez parcelas, com pagamento mínimo de R$ 200.

Atualmente, dos 2,6 milhões de contratos ativos oficialmente assinados antes de 2017, mais de 2 milhões estão em fase de quitação, com saldo devedor de 87,2 bilhões de reais, segundo o MEC.

Destes, mais de 1 milhão de alunos inadimplentes e com mais de 90 dias de atraso. Isso representa uma inadimplência de 51,7% e parcelas em aberto de 9 bilhões de reais.

Como renegociar

Os contratos do Fies estão vinculados ao Banco do Brasil (BB) e à Caixa Econômica Federal. Em ambas as instituições financeiras, os alunos poderão realizar todo o procedimento de renegociação de dívidas em formato digital.

Por exemplo, na Caixa, cujo endividamento médio é de R$ 35 mil, os interessados ​​podem consultar online para saber se podem solicitar uma renegociação e qual abatimento e parcelamento podem obter.

Após a abertura do período de adesão em 7 de março, e após a confirmação do cumprimento do regulamento e a realização de uma simulação de renegociação, o aluno deverá gerar um comprovante de pagamento da primeira parcela ou, caso opte pelo pagamento à vista, um único prestação.

No BB, a adesão pode ser feita diretamente pelo aplicativo web do banco, acessando Soluções de Dívidas e clicando em Fies Renegociação.

Graças à solução, de acordo com o banco, o aluno poderá verificar se faz parte do grupo alvo, opções disponíveis para pagamento ou parcelamento de dívidas, descontos concedidos, além de valores de entrada e outras parcelas.

De acordo com o presidente do BB Fausto Ribeiro, a partir do dia 19 de fevereiro, os renegociados receberão uma oferta ativa na tela de entrada do aplicativo do banco, via celular, informando sobre as condições de liquidação.

Com informações da Agencia Brasil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: