Auxílio Brasil

Revelada a data da última parcela de R$ 600 do Auxílio Brasil

O principal programa de transferência de renda social do país, o Auxílio Brasil, oferece um valor mínimo de 600 reais até o pagamento do valor.

O PEC Kamikaze, aprovado em julho, determinou que o Auxílio Brasil, com valor mínimo de 400 reais, passará a oferecer mais 200 reais, elevando o valor mínimo para 600 reais.

O beneficiário recebeu o valor em agosto, com parcelas em setembro e outubro. Agora, há mais duas parcelas em novembro e dezembro. Em janeiro, os lucros devem voltar aos valores originais.

Calendário de dezembro do Auxílio Brasil

Foi divulgado o cronograma de pagamentos do Auxílio Brasil para dezembro. No entanto, o mesmo pode ser esperado, como foi feito em agosto e outubro.

Confira o calendário vigente:

  • Final do NIS 1 – 12 de dezembro;
  • Final do NIS 2 – 13 de dezembro;
  • Final do NIS 3 – 14 de dezembro;
  • Final do NIS 4 – 15 de dezembro;
  • Final do NIS 5 – 16 de dezembro;
  • Final do NIS 6 – 19 de dezembro;
  • Final do NIS 7 – 20 de dezembro;
  • Final do NIS 8 – 21 de dezembro;
  • Final do NIS 9 – 22 de dezembro;
  • Final do NIS 0 – 23 de dezembro.

Se antecipado, o Ministério de Cidadania deve divulgar as mudanças no início de dezembro.

Valor do Auxílio Brasil em 2023

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu as eleições presidenciais neste domingo (30), prometendo reservar 600 reais para o Auxílio Brasil em 2023.

O orçamento de Bolsonaro ao Congresso para o próximo ano depende de se beneficiar de uma média de 405 reais, próximo ao valor atual, e não considera o adicional fixo de 200 reais.

Ao enviar a proposta orçamentária, Bolsonaro também enviou uma mensagem de que pretendia conceder um benefício mínimo de 600 reais, mas não disse como pretendiam viabilizar.

Lula disse antes de sua vitória que buscaria conversas com o Congresso dois meses antes de tomar posse para garantir os juros de 600 reais. O Bolsa Família, criado em seu primeiro mandato e com término em 2021, quando foi substituído por Auxílio Brasil.

“Se vencermos as eleições, teremos que começar a conversar com o Congresso agora, para que possamos colocar o dinheiro necessário para cumprir o que está planejado. Não se pode mudar de repente, não se pode deixar os pais órfãos no início de ano”, PT em Em entrevista à Rádio Nova Brasil FM em 25 de outubro.

%d blogueiros gostam disto: