INSS: conheça os benefícios que você pode solicitar este ano

Revisão da Aposentadoria pode pagar muito aos segurados do INSS EM 2021

Poucas pessoas sabem, mas dos 10 benefícios concedidos pelo INSS, até 8 podem ser calculados incorretamente? Nesse caso, o segurado deve solicitar a revisão do valor do benefício para reajustar o valor. No entanto, poucas pessoas sabem sobre as opções de revisão e acabam se contentando com um valor de benefício bem abaixo do que poderiam ter direito.

Existe prazo para pedir a revisão?

O primeiro passo para o segurado é ficar atento ao prazo de fiscalização. O prazo legalmente estipulado é de dez anos, a contar de um mês a partir do primeiro pagamento das prestações até dez anos a partir do primeiro pagamento das prestações.

Porém, o segurado precisa estar atento, pois quanto antes solicitarem as correções, melhor será para o segurado, que terá benefícios menores em um período menor.

Revisões possíveis

Os segurados que desejam corrigir o valor ou sabem se têm direitos precisam entender as possíveis alterações. Antes de mais, é necessário esclarecer que este artigo não elimina a necessidade de consultar um advogado da Segurança Social, que poderá verificar toda a sua situação previdenciária e avaliar a melhor possibilidade para o seu caso.

Revisão da vida toda

Atualmente, a revisão mais comum é a revisão de vida, que permite ao aposentado recalcular seu benefício, bem como a pensão de aposentadoria que se transformou em pensão de sobrevivência, considerando as contribuições feitas antes de julho de 1994.

Para quem se destina a revisão?

A verificação vitalícia é possível para os aposentados que fizeram uma contribuição maior durante o horário de trabalho no início da carreira em comparação com os últimos salários recebidos antes da aposentadoria.

Revisão do buraco negro

A Revisão do Buraco Negro é dirigida àqueles que foram dispensados ​​entre 5 de outubro de 1988 e 5 de abril de 1991. A Revisão do Buraco Negro permite reajustes de acordo com os tetos estabelecidos pelas emendas 20/1998 e 41/2003.

Exigências para está revisão

  • O INSS só paga administrativamente a revisão do teto para benefícios concedidos a partir de 5 de abril de 1991
  • Benefícios mais antigos podem ter a correção na Justiça.

Revisão do buraco verde

A revisão do buraco verde é semelhante à revisão do buraco negro, mas o objeto da revisão é o segurado que se aposentou de 5 de abril de 1991 a 31 de dezembro de 1993, e o segurado pode estar sujeito à aplicação do artigo 26 da lei. Circunstâncias para analisar renda 8.870 / 1994.

Revisão do teto

Esta revisão é aplicável aos segurados cujos salários estão limitados ao limite máximo para pensões pagas entre 5 de abril de 199 e 31 de dezembro de 2003.

A vantagem da modificação do limite máximo é que não há necessidade de solicitação no prazo de dez anos, podendo o segurado solicitar a modificação do limite máximo a qualquer momento, independentemente do tempo de recebimento do benefício previdenciário.

Revisão do artigo 29

Possibilidade de alteração do art. 29 surgiu porque o INSS foi calculado para o salário médio de auxílio-doença, a pensão por invalidez e algumas pensões reais por morte (R $), sem descartar as menores contribuições.

Quem pode pedir essa revisão?

Alteração do art. 29 é permitido para todos os segurados que solicitaram certas pensões de invalidez e morte resultantes dessas prestações que foram atribuídas no período de abril de 2002. Até agosto de 2009.

Revisão por ação trabalhista

Para os segurados que possuem benefícios de aposentadoria, essa verificação pode ser realizada caso tenham ganho reclamações trabalhistas não registradas após a concessão dos benefícios e o valor não tenha sido pago corretamente e não utilizado para o cálculo dos benefícios.

De modo geral, qualquer tipo de verba ou ação trabalhista auferida pelo segurado após o período de liberação da aposentadoria pode ser incluída na revisão, aumentando assim o valor dos benefícios que ela recebe.

Revisão do IRSM

Aqueles que se aposentaram entre 1º de março de 1994 e 28 de fevereiro de 1997 podem ter o direito de modificar o valor da aposentadoria. Isso porque o período-base de cálculo dos benefícios da época abrangia o mês de 02/1994, e o salário de contribuição daquele mês era atualizado sem a inflação.

Os aposentados e pensionistas que receberam benefício entre março de 1994 e março de 1997 podem solicitar a revisão do IRSM, período que pode ser prorrogado até 28 de fevereiro de 1998, desde que fevereiro de 1994 faça parte do cálculo do benefício.

Ou seja, considerando que naquela data a pensão foi calculada com base na média das últimas 36 contribuições seguradas, as pessoas que se aposentaram até março de 1997 teriam considerado as competências fevereiro de 1994 no cálculo do valor do benefício previdenciário, corrigido incorretamente por o INSS.

Revisão da melhor DIB

As alterações ao melhor DIB incluem a possibilidade de calcular as pensões de acordo com as regras e uma data para tornar os benefícios mais favoráveis. Os segurados que ainda estão trabalhando mesmo depois de cumprir os requisitos de aposentadoria têm direito à melhor revisão do DIB.

O segurado tem o direito de obter o benefício máximo concedido pelo INSS a qualquer tempo, podendo, portanto, solicitar a revisão a qualquer momento.

Veja Mais: Antecipação dos 13º dos aposentados: Bolsonaro assina decreto LIBERANDO

%d blogueiros gostam disto: