Prova de vida presencial

Segurado do INSS que não fizer prova de vida pode ter benefício suspenso em fevereiro

Segurado do INSS que não fizer prova de vida em 2020 pode ter benefício suspenso em fevereiro

Suspenso devido à pandemia, mas será retomado a partir desta terça-feira (1º). Em março, haverá moratória nos pagamentos para quem não fornecer comprovante de vida em 2021.

Em março, serão suspensos os pagamentos para quem não fez a prova de vida em 2021,que estava suspensa por conta da pandemia.

Em 2022, a prova de vida voltou a ser obrigatório e deve ser apresentado no mês do aniversário ao banco onde são pagos os segurados. Quem não fizer a prova de vida em 2022 vai ter o bloqueio de benefício a partir de julho.

Para fazer  a prova de vida, basta apresentar documentos e cartões bancários. Se a mobilidade for prejudicada, o INSS fará a prova de vida residencial.

O INSS prevê que 3 milhões de pessoas farão a prova de vida a cada mês, com 36 milhões de inscritos concluídos até o final do ano.

Se o pagamento for suspenso, basta dirigir-se à agência para recadastrar. Se ninguém se opuser ao cancelamento após 90 dias, o benefício será encerrado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: