×

Proposta de Revisão da Tabela de Isenção do Imposto de Renda para Rendimentos de até Dois Salários Mínimos está em Estudo

Imposto de Renda

Proposta de Revisão da Tabela de Isenção do Imposto de Renda para Rendimentos de até Dois Salários Mínimos está em Estudo

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou hoje (23) que está sendo estudada a revisão da tabela de isenção do Imposto de Renda para aqueles que recebem até dois salários mínimos.

A divulgação oficial dessa atualização está prevista para ocorrer até o final deste mês.

Proposta de Revisão da Tabela de Isenção do Imposto de Renda para Rendimentos de até Dois Salários Mínimos está em Estudo

Imposto de Renda

A nova tabela será ajustada de acordo com o recente aumento do salário mínimo, que passou de R$ 1.320 para R$ 1.412.

“Até o final do mês, teremos esses cálculos. Vamos apresentar os resultados até o final deste mês, está bem?”, comentou o ministro ao chegar ao ministério, onde conversou com jornalistas.

Anteriormente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também abordou o assunto em sua rede social X. Lula afirmou que cumprirá a promessa de governo de assegurar a isenção para trabalhadores que recebem até dois salários mínimos.

“As pessoas que ganham até 2 salários mínimos não vão pagar Imposto de Renda. Nós vamos cumprir o que prometemos,” publicou.

Dados da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco Nacional) indicam que, sem a revisão, aqueles que recebem mais de dois salários voltarão a ser tributados, pois a faixa de isenção permanece inalterada na tabela, em R$ 2.112.

Bolsa Família Anuncia Novidade Promissora para Beneficiários dos NIS 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 0

Desconto automático

Além disso, houve um desconto automático de R$ 528 nos salários, resultando, na prática, em uma faixa de isenção de R$ 2.640, equivalente a dois salários mínimos em 2023.

Haddad evitou comentar se houve um acordo para revogar a medida provisória (MP) que reonera a folha de pagamentos de alguns setores da economia.

Editada no final do ano passado, a medida prevê a reoneração gradual de 17 setores que se beneficiaram de descontos na contribuição para a Previdência Social.

Entre para o nosso grupo no facebook! MEU INSS