Veja aqui as principais dúvidas sobre o saque do FGTS em 2021

As empresas têm que pagar 8% do salário total à conta do funcionário todos os meses. A forma mais comum de demissão é a dispensa sem justa causa da pessoa, para que ela possa receber de volta todo o dinheiro da conta.

Nesse caso, o método de pagamento é a rescisão. Também foi divulgado pelo governo em 2020 como saque-aniversário e emergencial ou imediato, sendo este último usado principalmente para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de Covid-19.

Saiba mais sobre essas formas de saque logo abaixo e também veja como consultar o saldo.

Como sacar o FGTS?

O FGTS pode ser sacado utilizando o aplicativo FGTS. Lá, solicite o repasse para a sua conta poupança digital aberta na Caixa, e usando outro aplicativo, o Caixa Tem, você pode transferir dinheiro gratuitamente para a conta do seu interesse ou gerar um código de saque em um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal.

Quando posso sacar o FGTS?

Existem três formas de sacar o FGTS:

Saque-rescisão:Aplica-se a trabalhadores despedidos sem justa causa. É possível sacar todo o saldo da conta e a multa de 40% do valor pago pelo empregador.

Saque-aniversário:Permite ao trabalhador sacar uma parcela do FGTS a cada ano, sendo o dinheiro distribuído com base na data de aniversário e saldo na conta do próprio.

Saque emergencial: É um novo modelo autorizado pelo governo federal e uma das medidas para mitigar o impacto da pandemia do covid-19. Por meio desse modelo, o trabalhador pode receber até 1.100 reais das contas ativa e inativa do saldo do FGTS em 2020 Ganhos. .

Como consultar o FGTS?

  • Acesse o campo “FGTS” no site da Caixa;
  • Informe o número do PIS, NIS ou CPF e crie uma senha;
  • Em seguida, informe alguns dados pessoais;
  • Depois de criar a senha, faça o acesso novamente;
  • No lado superior esquerdo da tela, selecione a opção “FGTS”, e em seguida “Extrato”;
  • Esta opção fornece um extrato resumido com dados sobre as últimas movimentações feitas pela empresa à qual o trabalhador possui ou possuiu algum vínculo trabalhista;
  • Clique em “Próximo extrato” para ver o extrato resumido de todas as empresas.

Você também pode consultar o saldo diretamente pelo aplicativo FGTS.

O que fazer quando o empregador não deposita o FGTS?

Se o seu empregador não depositar o FGTS, entre em contato com a empresa e faça uma reclamação junto ao RH (Recursos Humanos) sobre a falta de pagamento.

Se isso não resolver o problema, vá até a Delegacia Regional do Trabalho (DRT) e relate sua situação. Você também pode processar a empresa na Justiça do Trabalho para obter esses valores legalmente.

Ressalta-se que o empregado pode receber valor que não tenha sido pago nos últimos cinco anos, exceto que o prazo para a propositura da ação contra a empresa é de no máximo dois anos após o término do contrato de trabalho, ou seja, após demissão sem justa causa.

Veja Mais: Saiu calendário de pagamentos do novo saque FGTS em 2021

%d blogueiros gostam disto: