Veja como garantir sua aposentadoria

Veja como garantir sua aposentadoria pelo INSS em 2022

A reforma estabeleceu, em princípio, idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens, mas também criou sistemas transitórios para brasileiros que já estavam no mercado de trabalho.

Com o início de 2022, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) introduziu novos requisitos para aposentar trabalhadores em três regras transitórias estabelecidas na reforma da Previdência Social, com vigência a partir de 13 de novembro de 2019.

Pontuação aumenta 1 ponto por ano na transição do INSS mais idade do trabalhador e tempo de contribuição.

Em 2022, a pontuação geral mínima é de 89 (mulheres) e 99 (homens). Por exemplo, contribuintes do sexo masculino com 62 e 37 anos podem se aposentar sob essa regra em 2022.

As contribuições são feitas semestralmente, e os trabalhadores acumulam um ponto, pois o prazo pelo qual a contribuição foi paga se soma aos meses anteriores do período.

A exigência de idade ao abrigo do regime de idade mínima progressiva aumentou seis meses: em 2022 deve ter pelo menos 57 anos e seis meses (mulheres) e 62 anos e seis meses (homens).

Como em ambos os casos há transições de tempo de contribuição, o INSS também exige um tempo mínimo de contribuição de 30 anos (mulheres) e 35 anos (homens).

Outra transição que atrasa a aposentadoria em seis meses é o Benefício de Aposentadoria Feminina. Em 2022, os funcionários devem ter no mínimo 61 anos com seis meses e 15 anos de contribuição.

No caso dos homens, a idade mínima de 65 anos não mudou e também é necessário apresentar carência de 15 anos nos pagamentos ao INSS.

Em ambos os sistemas de taxas, os trabalhadores devem contribuir por mais tempo do que precisariam para se aposentar quando as reformas entrarem em vigor. Com 100% de carga, há também um requisito de idade mínima.

De acordo com o Ieprev (Instituto de Previdência), os homens que completaram 33 anos em novembro de 2019 e contribuíram com quase sete meses agora podem se aposentar com 50% de seus honorários, desde que não desfaçam seus pagamentos.

Por exemplo, as reformas exigem que o trabalhador adie a aposentadoria em cerca de oito meses. A pedido do relatório, o instituto mostrou outros exemplos de trabalhadores que conseguiram se aposentar sob as novas exigências do INSS.

VEJA QUEM CONSEGUE SE APOSENTAR EM 2022.

PELAS REGRAS DE TRANSIÇÃO DA APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

POR PONTOS

Exigências do INSS em 2022:
A soma da idade com o tempo de contribuição precisa atingir, no mínimo:
– 89 pontos (mulheres);
– 99 pontos (homens);

– É preciso ter pelo menos 30 anos de contribuição ao INSS (mulheres) e 35 anos (homens);
– A soma exigida sobe um ponto a cada ano, até chegar a 100 pontos (mulheres) e 105 (homens);Exemplos de quem consegue se aposentar em janeiro de 2022:

Qualquer segurado atinge a pontuação mínima (respeitando o tempo mínimo de pagamento). O INSS considera mês e dia nesta soma.

Veja o perfil dos segurados que alcançaram 89/99:

PARA HOMENS (EM ANOS)
Idade – Tempo de contribuição
62 – 37
61- 38
60 – 39
59 – 40
58 – 41
57 – 42
56 – 43
55 – 44

PARA MULHERES (EM ANOS)
Idade – Tempo de contribuição
57 – 32
56 – 33
55 – 34
54 – 35
53 – 36
52 – 37
51 – 38
50 – 39

IDADE MÍNIMA PROGRESSIVA
Exigências do INSS em 2022:
– Mulheres: 57 anos e seis meses de idade e 30 anos de contribuição, no mínimo;
– Homens: 62 anos e seis meses de idade e 35 anos de contribuição, no mínimo;
– Qualquer segurado/a que tenha preenchido esses requisitos poderá se aposentar por essa regra;
– A idade mínima exigida sobe seis meses a cada ano, até chegar a 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres);

 

PEDÁGIO DE 50%
Exigências do INSS em 2022:
– Pode aposentar-se com o pedágio de 50% quem já teve períodos contributivos de 28 a 30 (mulheres) ou 33 a 35 (homens) em novembro de 2019. O benefício é calculado levando em consideração o fator previdenciário;

– É necessário pagar contribuições pelos próximos 50% do tempo necessário para atingir 30 anos de contribuição (mulheres) ou 35 anos (homens) em 13/11/2019;
– Não há idade mínima; Exemplos de pessoas que podem se aposentar agora:
Segundo o Ieprev, um empregado que tinha 33 anos quando a reforma entrou em vigor e tinha quase sete meses de contribuições, em 6 de janeiro de 2022, tem direito a uma pensão de pedágio de 50% (data referência). As simulações levam em consideração a operação ininterrupta de 13 de novembro de 2019 ao início de 2022.

Tempo mínimo de contribuição em 13/11/2019

Tempo de contribuição em 06/01/2022
33 anos, 6 meses e 24 dias – 35 anos, 8 meses e 17 dias (homens)
28 anos, 6 meses e 24 dias – 30 anos, 8 meses e 17 dias (mulheres)-

Veja como Aposentados do INSS podem receber um adicional de 25% sob o valor do benefício

De acordo com o instituto, funcionários com alíquota de contribuição inferior à especificada em 13 de novembro de 2019 não poderão se aposentar de acordo com essa regra em 6 de janeiro.

PEDÁGIO DE 100%
Exigências do INSS em 2022:
– Idade mínima de 57 (mulheres) e 60 (homens) no momento da concessão do benefício. Essa exigência é constante, ou seja, não aumenta com o tempo;
– É necessário pagar a contribuição pelo dobro do tempo necessário para atingir a idade de 30 anos (mulheres) e a contribuição de 35 anos (homens) em 13 de novembro de 2019;
– A aposentadoria de acordo com essa regra é integral, que é 100% do salário médio; exemplos de aposentadoria agora:
Considerando que esta pessoa trabalha sem parar desde 13 de novembro de 2019:

Tempo mínimo de contribuição em 13/11/2019

Tempo de contribuição em 06/01/2022
33 anos, 11 meses e 2 dias – 36 anos e 28 dias (homens)
28 anos, 11 meses e 2 dias – 31 anos e 28 dias (mulheres)- De acordo com o Ieprev, você não poderá se aposentar em 6 de janeiro de 2022 se fizer contribuições inferiores ao prazo especificado em 13 de novembro de 2019.

NA REGRA DE TRANSIÇÃO DA APOSENTADORIA POR IDADE

Exigências do INSS em 2022:
– 61 anos e seis meses (mulheres) e 15 anos de contribuição;
– 65 anos (homens) e 15 anos de contribuição;
– Em 2023, a idade mínima para as mulheres atingirá, regra geral, os 62 anos;

O SIMULADOR MOSTRA QUANTO TEMPO FALTA EM CADA TRANSIÇÃO

Você pode solicitar seu beneficio pelo site Meu INSS. Graças a esse sistema, o segurado também pode ver quanto tempo resta até a aposentadoria.

Após inserir seu número de CPF e senha cadastrada, ele mostrará no centro da tela “Simulador de Aposentadoria”, clique em “Detalhar” .
Aparecerá no sistema se você tem direito às regras antes da reforma,  e detalhará se você tem ou não direito e quanto tempo resta em cada uma das transições de aposentadoria.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: