Veja como se cadastrar no CadÚnico e receber benefícios do governo

como se cadastrar no CadÚnico

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) é o principal meio de adesão das famílias de baixa renda aos programas sociais oferecidos pelo Governo Federal, como Benefício de Prestação Continuada, Auxílio Brasil e Tarifa Social de Energia Elétrica.

Além disso, os governos estaduais e municipais utilizam as informações cadastrais para a implementação de políticas públicas.

Quem pode se inscrever no Cadastro Único

Portanto, qualquer pessoa que atenda aos seguintes requisitos pode se inscrever no Cadastro Único:

  • Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo (R$ 606,00) por pessoa;
  • Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.636,00);
  • Famílias com renda superior a três salários mínimos, desde que seu cadastro esteja vinculado à inclusão em programas sociais das três esferas de governo;
  • Famílias unipessoais – pessoas que moram sozinhas;
  • Pessoas que vivem em situação de rua — sozinhas ou com a família.

Como se cadastrar no CadÚnico?

Assim, as famílias elegíveis ao CadÚnico e ainda não cadastradas podem fazer o pré-cadastro por meio do aplicativo (disponível para Android e iOS). E, em até 120 dias, procure um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de sua cidade e preencha os dados do beneficiário.

É possível verificar os endereços do CRAS de cada município no link https://aplicacoes.mds.gov.br/sagi/mops/.

Documentação necessária

Para registrar uma família, o chefe da família deve ter pelo menos 16 anos, possuir CPF ou título de eleitor e, preferencialmente, ser mulher.

Além dos documentos acima, o chefe da família deve trazer pelo menos um dos seguintes documentos para cada membro da família:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade – RG;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) – se a pessoa for indígena.

Entrevista de cadastramento

O familiar responsável ​​passara por entrevistas cadastrais com entrevistadores sociais que farão perguntas sobre a situação prática da família.

As entrevistas serão gravadas em formulário específico em papel ou diretamente no Sistema Cadastro Único em computador.

Por fim, vale ressaltar que a inscrição no CadÚnico não garante às famílias a escolha dos programas sociais. A triagem acontecerá todos os meses e os selecionados receberão uma declaração oficial do órgão governamental relevante do programa.

 

%d blogueiros gostam disto: