aposentado do INSS

Veja qual grupo de aposentado do INSS tem direito a receber até R$ 8.859,02

As pessoas que recebem pensão por invalidez concedida pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) podem receber um valor acima do teto do INSS. Atualmente, o maior valor é de R$ 7.087,22.

Nesse caso, desde que o segurado demonstre que tem direito ao adicional de 25%, o valor do benefício pode subir para R$ 8.859,02.

Adicional de 25% do INSS

As pessoas com aposentadoria por invalidez têm direito a 25% do valor do benefício adicional, desde que demonstrem que precisam da ajuda de uma terceira pessoa para realizar tarefas cotidianas como alimentação, banho e deslocamento. Lembre-se, os 25% extras são concedidos apenas para quem se aposenta por invalidez.

Veja quem pode receber

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu em 2021 que o adicional de 25% seria pago apenas aos aposentados com deficiência. De acordo com o INSS, os portadores das seguintes doenças também podem ter direito a prêmios:

  • Cegueira total;
  • Perda de no mínimo nove dedos das mãos;
  • Paralisia dos dois membros superiores ou inferiores;
  • Perda dos membros inferiores, acima dos pés, quando a prótese for impossível;
  • Perda de uma das mãos e de dois pés, ainda que a prótese seja possível;
  • Perda de um membro superior e outro inferior, quando a prótese for impossível;
  • Alteração das faculdades mentais com grave perturbação da vida orgânica e social;
  • Doença que exija permanência contínua no leito;
  • Incapacidade permanente para as atividades da vida diária.

Como solicitar o adicional de 25% do INSS?

Para reivindicar os 25% adicionais, o segurado deve solicitar uma consulta para um exame médico. Os pedidos podem ser feitos pelo site ou aplicativo “Meu INSS” ou também pelo telefone 135.

Os aposentados devem portar documentos como RG, CPF, laudos médicos e exames na data e horário agendados para o procedimento especializado.

Passo a passo de como agendar a perícia médica:

Pelo site

  • Acesse o site ou aplicativo Meu INSS;
  • Clique em “Agendar Perícia” e, em seguida, em “Novo Requerimento”;
  • Escolha entre “Perícia Inicial” se for a primeira vez, ou “Perícia de Prorrogação” se já estiver em benefício;
  • Siga as orientações que aparecem na tela;
  • Informe os dados necessários para concluir a solicitação.
  • Feito isso, será disponibilizado um arquivo para baixar, nele conterá a informação se o benefício foi concedido ou não.

Os resultados da perícia podem ser consultados na própria plataforma Meu INSS. Veja como:

Pelo aplicativo

Acesse a plataforma do Meu INSS;

Informe o seu CPF e siga as orientações;

No menu, busque pela opção “Resultado do Benefício por Incapacidade”;

O INSS pode não conceder o adicional de 25%. Isso significa que o especialista descartou a necessidade de assistência permanente de terceiros na realização do exame médico. No entanto, se o segurado precisar ou discordar da decisão do perito, ele pode entrar com uma ação judicial.

%d blogueiros gostam disto: