Veja quem vai receber R$ 7.087

Veja quem vai receber R$ 7.087 de aposentadoria após aprovação do teto

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) reajustou as aposentadorias em 10,16% para 2022 com base na correção da inflação. A mudança altera o teto previdenciário de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22.

Muitos trabalhadores querem o teto da aposentadoria, mas isso só acontece com uma pequena porcentagem da população. Para obter esse dinheiro, não basta pagar o valor máximo da Previdência Social em sua vida.

A média salarial do período e as novas regulamentações implementadas pela reforma da Previdência Social de 2019 também estão incluídas no cálculo.

Como é calculada a aposentadoria do INSS?

No cálculo do INSS, leva-se em conta não apenas a última faixa salarial, mas também o salário médio do trabalhador desde julho de 1994.

Nesse caso, o reajuste é feito com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) até um mês antes da apresentação da reclamação. Isso é feito como forma de atualizar monetariamente o que será comunicado na planilha.

Veja mais:

Até então, e antes da reforma da previdência, para chegar ao valor da aposentadoria, aplicam-se as regras de cálculo do salário médio, que exclui o mínimo de 20% do salário recebido no ano de contribuição. No entanto, sob as novas regras, todos os salários recebidos pelos trabalhadores passaram a ser incluídos no cálculo.

Geralmente, a aposentadoria será de 60% do salário médio, mais 2% das contribuições anuais acima de 15 anos (15 anos para mulheres e 20 anos para homens). Tenha em mente que ainda existem regras de transição para aqueles que em breve serão segurados pelo INSS.

Mas, afinal, quem tem direito ao teto do INSS em 2022?

Segundo especialistas, só quem tem mais de 35 anos de contribuição para as mulheres e mais de 40 anos para os homens tem chance de se aproximar do teto do INSS.

Além disso, para obter o teto de R$ 7.087,22 na aposentadoria, os cidadãos precisam trabalhar 43 anos (para homens) e 38 anos (para mulheres). Em ambos os casos, os trabalhadores são obrigados a contribuir com o valor máximo do INSS por um período de tempo considerável.

%d blogueiros gostam disto: