Pular para o conteúdo

Verifique se Você Receberá o Bolsa Família em Julho

  • por
Bolsa Família

Se você está entre os muitos brasileiros que têm dúvidas sobre o pagamento do Bolsa Família, especialmente se teve seu benefício bloqueado ou cancelado, este post é para você.

Vamos esclarecer todas as suas dúvidas e ajudar você a entender quando poderá voltar a receber seu benefício.

Situação Atual do Bolsa Família

Muitas pessoas têm verificado seus aplicativos e ainda encontram o status bloqueado. A dúvida é se essas pessoas irão receber o Bolsa Família em julho ou terão que esperar até julho.

Para quem está bloqueado ou cancelado, havia uma data limite para atualizar os dados e voltar a receber o benefício.

Calendário de Atualizações

De acordo com o calendário operacional, que todos os órgãos seguem, como o Ministério do Desenvolvimento Social e a Caixa Econômica Federal, a data limite para cadastramento e alterações cadastrais no Cadastro Único (CadÚnico) para repercutir no mês de julho era 10 de junho.

Ou seja, se você atualizou seus dados até essa data, a previsão é que você receba o benefício em julho.

Consultas e Pendências

Se você ainda vê seu status como bloqueado no aplicativo, mesmo após a atualização, é possível que haja alguma pendência que precisa ser resolvida.

Isso pode ocorrer se o funcionário do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) deixou alguma pendência durante a atualização.

Bolsa Família

Procedimentos para Desbloqueio

Para aqueles que ainda estão bloqueados ou cancelados, há passos específicos que podem ser seguidos para resolver a situação.

Atualização de Dados

Se você atualizou seus dados até 10 de maio e ainda está bloqueado, verifique se há pendências. Caso tenha atualizado após essa data, você só deve receber o benefício em julho.

É importante também observar que para aqueles que não conseguiram atualizar até o dia 10 de junho, ainda têm até o dia 14 de julho para receber a visita do funcionário do CRAS e atualizar os dados para receber em agosto.

Reversão do Cancelamento

Se o motivo do cancelamento já foi resolvido, o CadÚnico pode reverter o cancelamento sem problemas.

Para os bloqueados, se já atualizou e ainda não foi desbloqueado, uma reclamação formal pode acelerar o processo.

Como Fazer uma Reclamação

Para fazer uma reclamação, você pode utilizar o site fala.br. A seguir, um passo a passo:

  1. Acesse o site e clique em “Ouvidoria”.
  2. Escolha entre “Reclamação” ou “Solicitação”.
  3. Na página seguinte, clique em “Entrar com gov.br”.
  4. Faça login com seu cadastro, insira seus dados (CPF, RG, NIS) e informe sua situação detalhadamente.

Exemplo de reclamação:

Eu, [Seu Nome], CPF: [Seu CPF], RG: [Seu RG], NIS: [Seu NIS], residente na cidade de [Sua Cidade], estado de [Seu Estado], bairro [Seu Bairro], realizei a atualização do meu cadastro no CRAS na data prevista de acordo com o calendário operacional do Bolsa Família 2024 e, mesmo assim, não tive o meu Bolsa Família desbloqueado. Venho por meio desta solicitar o desbloqueio do meu Bolsa Família.

Se você atualizou seus dados até 10 de junho, a previsão é que receba o Bolsa Família em julho. Caso contrário, a atualização para quem perdeu o prazo será refletida nos pagamentos de julho.

Mantenha sempre seu cadastro atualizado para evitar perder o benefício e siga os passos necessários para resolver pendências ou bloqueios.

Calendário de Pagamentos do Bolsa Família para Julho

O calendário de pagamentos do Bolsa Família para julho já está disponível, com informações importantes que você não pode perder!

  • Início dos Pagamentos: Começa no dia 18 de julho e vai até o dia 31 de julho.
  • Valor Mínimo Garantido: Todos os beneficiários receberão no mínimo R$ 600 mensais.
  • Benefício Extra: Famílias com crianças e adolescentes de 7 a 18 anos e gestantes terão um adicional de R$ 50 no próximo mês.

O Programa Bolsa Família, um dos principais programas de transferência de renda do governo brasileiro, está prestes a iniciar mais um ciclo de pagamentos para as famílias beneficiárias.

Com a proximidade deste novo ciclo, muitos beneficiários estão ansiosos para saber sobre as atualizações nos aplicativos oficiais e as datas de recebimento do benefício.

Datas de Pagamento do Bolsa Família em Julho

De acordo com o calendário oficial divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), os pagamentos do Bolsa Família para o mês de julho serão realizados de acordo com o número final do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

Os municípios em estado de calamidade pública continuarão a receber os pagamentos de maneira antecipada, independentemente do número final do NIS.

Para os demais beneficiários, as datas de pagamento serão as seguintes:

  • 18 de julho de 2024: NIS final 1
  • 19 de julho de 2024: NIS final 2
  • 22 de julho de 2024: NIS final 3
  • 23 de julho de 2024: NIS final 4
  • 24 de julho de 2024: NIS final 5
  • 25 de julho de 2024: NIS final 6
  • 26 de julho de 2024: NIS final 7
  • 29 de julho de 2024: NIS final 8
  • 30 de julho de 2024: NIS final 9
  • 31 de julho de 2024: NIS final 0

É importante ressaltar que os pagamentos são realizados diretamente na Conta Poupança Social Digital (Caixa Tem), permitindo que os beneficiários realizem saques e transferências por meio do aplicativo.

Os beneficiários do Bolsa Família podem aproveitar uma variedade de benefícios através do aplicativo CAIXA Tem da Caixa Econômica Federal. Entre esses benefícios estão:

Recebimento do Benefício: O Bolsa Família é pago mensalmente via CAIXA Tem, onde os beneficiários podem consultar saldo e extrato, além de gerar código de barras para saques ou transferências.

Pagamento de Contas: Pague contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral diretamente pelo CAIXA Tem.

Transferências: Realize transferências para outras contas bancárias, inclusive de outros bancos.

PIX: Efetue transações instantâneas via PIX.

Acesso a Outros Serviços: Tenha acesso ao FGTS, PIS/Pasep, seguro-desemprego e outras funcionalidades da Caixa.

Cartão de Crédito CAIXA Tem: Disponível exclusivamente para clientes do CAIXA Tem, a contratação é 100% digital. Com ele, você pode fazer compras à vista ou parceladas.

Empréstimo CAIXA Tem: Beneficiários do Bolsa Família podem solicitar empréstimos e participar de campanhas e promoções exclusivas.

Além do CAIXA Tem, outros bancos também oferecem produtos específicos para beneficiários do Bolsa Família:

Cartão de Crédito:

  • Banco Agibank: Cartão de crédito sem anuidade com limite pré-aprovado e juros rotativos.
  • Banco Crefisa: Cartão de crédito com anuidade a partir de R$ 12,00, limite pré-aprovado e juros rotativos.
  • Banco Daycoval: Cartão de crédito sem anuidade com limite pré-aprovado e juros rotativos.
  • Banco Inbursa: Cartão de crédito com anuidade a partir de R$ 10,00, limite pré-aprovado e juros rotativos.

Empréstimo:

  • Banco Agibank: Empréstimos consignados com taxas fixas e desconto direto do benefício.
  • Banco Crefisa: Empréstimos consignados com taxas fixas e desconto direto do benefício.
  • Banco Daycoval: Empréstimos consignados com taxas fixas e desconto direto do benefício.
  • Banco Inbursa: Empréstimos consignados com taxas fixas e desconto direto do benefício.

Crédito Pessoal Crefisa Baixa renda - Solicite Aqui!

Importante:

  • Compare as ofertas dos diferentes bancos antes de solicitar qualquer cartão de crédito ou empréstimo.
  • Esteja ciente das taxas de juros e dos encargos cobrados por cada banco.
  • Evite comprometer-se com dívidas que não possa pagar.

Outras Opções:

  • Programa Progredir: Oferece microcrédito para quem deseja iniciar ou ampliar um negócio próprio.
  • Cartões de Crédito Pré-Pagos: Uma boa opção para quem não tem renda fixa ou deseja evitar dívidas.

Recomendações:

  • Faça um planejamento financeiro antes de solicitar qualquer crédito para saber quanto pode comprometer.
  • Um bom histórico de crédito pode garantir melhores taxas de juros e condições de pagamento.
  •  

Lembre-se de comparar as ofertas, estar ciente das taxas de juros e evitar dívidas impagáveis para aproveitar ao máximo os benefícios disponíveis.

Atualização dos Aplicativos Oficiais

Com a proximidade dos pagamentos, os beneficiários do Bolsa Família estão ansiosos pela atualização dos aplicativos oficiais, como o Caixa Tem, o Bolsa Família e o Portal do Cidadão.

Essa atualização é importante para que os beneficiários possam conferir se receberão o benefício neste mês e acompanhar as informações sobre o programa.

De acordo com o MDS, a atualização dos sistemas deve começar a partir do dia 10 de julho, após a virada da folha de pagamentos, que acontece no dia 8 de julho.

Essa atualização ocorre de forma gradual, ou seja, aos poucos, e o governo possui até o dia 18 de julho, quando os pagamentos começam oficialmente, para concluir essa atualização.

Portanto, para aqueles beneficiários cujos aplicativos ainda não foram atualizados, não há motivo para preocupação.

Essa atualização acontece de forma gradual e, em breve, todos os beneficiários terão acesso às informações sobre os valores e as datas de pagamento para o mês de julho.

Revisão Cadastral e Condicionalidades

É importante lembrar que a revisão cadastral nos dados do Cadastro Único segue sendo realizada.

Aqueles beneficiários que estão descumprindo as condicionalidades impostas pelo programa devem ficar atentos aos comunicados do MDS para não perderem o benefício de maneira definitiva.

Por outro lado, os beneficiários que realizaram a atualização cadastral dentro do prazo estabelecido e conseguiram comprovar suas informações tiveram suas pendências retiradas do CEBAS (Cadastro de Benefícios Sociais) e poderão ter suas parcelas que se encontravam bloqueadas liberadas para saque em julho.

O Programa Bolsa Família continua sendo um importante instrumento de combate à pobreza e promoção da inclusão social no Brasil.

Com o início dos pagamentos de julho, é fundamental que os beneficiários fiquem atentos às atualizações dos aplicativos oficiais e acompanhem as informações sobre o programa, a fim de garantir o recebimento do benefício de forma regular e sem interrupções.

Mantenha-se informado e acompanhe as atualizações do Programa Bolsa Família.

Lembre-se de manter seus dados cadastrais atualizados e cumprir as condicionalidades exigidas, a fim de garantir a continuidade do recebimento do benefício.

Seu Bolsa Família foi reduzido pela metade? Descubra por quê e como resolver!

Você pode estar se perguntando por que seu benefício do Bolsa Família recebeu apenas metade do valor.

Vamos esclarecer os motivos mais comuns e o que você pode fazer para resolver essa situação.

1. Regra de Proteção:

  • Aumento de Renda: Sua renda familiar ultrapassou o limite de R$ 218 por pessoa? Se sim, seu benefício pode ser reduzido pela metade por até 24 meses, ajudando na transição para a autonomia financeira.
  • Emprego Formal: Alguém da sua família conseguiu um emprego com carteira assinada? Isso também pode levar à redução do benefício por até 24 meses, incentivando a estabilidade no mercado de trabalho.

2. Problemas no Cadastro Único (CadÚnico):

  • Dados Desatualizados: Informações desatualizadas ou incorretas podem resultar na redução ou suspensão do seu benefício. Mantenha seus dados sempre atualizados!
  • Inconsistências: Dados inconsistentes no CadÚnico podem causar problemas no recebimento do Bolsa Família.

3. Outros Motivos:

  • Condicionalidades Não Cumpridas: Não vacinar as crianças ou não realizar o acompanhamento pré-natal pode suspender seu benefício. Mantenha as condicionalidades em dia!
  • Fraude: Em casos raros, suspeitas de fraude podem levar à suspensão ou cancelamento do benefício.

O que fazer?

  • Verifique o Extrato do Benefício: Acesse o aplicativo Caixa Tem ou o site do MDS (clique aqui) para mais informações sobre a redução.
  • Procure o CRAS: Vá ao Centro de Referência de Assistência Social mais próximo para atualizar seus dados no CadÚnico e esclarecer dúvidas.
  • Ligue para o MDS: Persistem as dúvidas? Ligue para o Atendimento do Bolsa Família no número 135.

Lembre-se:

  • Proteção Social: O Bolsa Família é essencial para milhões de famílias brasileiras.
  • Combate à Fraude: O governo federal está comprometido em combater fraudes e garantir que o benefício chegue a quem realmente precisa.
  • Direito à Informação: Você tem direito a informações claras e precisas sobre seu benefício.

Canais Úteis:

  • Ministério do Desenvolvimento Social: clique aqui
  • Aplicativo Caixa Tem: clique aqui
  • Telefone do Bolsa Família: 135
  • CRAS: Encontre o CRAS mais próximo da sua casa.

Agora que você está informado, tome as medidas necessárias para garantir seu benefício integral. O Bolsa Família é seu direito!

Deixe uma resposta