×

Bolsa Família: quando as mensagens averiguação unipessoal sumirão dos aplicativos

revisão cadastral

Bolsa Família: quando as mensagens averiguação unipessoal sumirão dos aplicativos

Milhões de pessoas têm recebido mensagens intrigantes nos aplicativos do Cadastro Único, Caixa Tem e Bolsa Família sobre averiguação unipessoal, gerando dúvidas e preocupações.

Neste artigo, vamos esclarecer todos os detalhes para garantir que você compreenda cada aspecto e possa agir com confiança.

Mensagens no Cadastro Único: Como Lidar com Elas

Muitas pessoas se deparam com mensagens no Cadastro Único, como a notificação de “pendência registrada”. Se você se encontra nessa situação, não se preocupe.

Ao identificar qualquer pendência, basta comparecer ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) para atualizar seus dados.

Após a atualização, a mensagem deve desaparecer no próximo dia útil. Se persistir, é possível que o funcionário do CRAS ainda não tenha lançado a atualização no sistema.

Atualizações no Caixa Tem e Bolsa Família: Entenda os Prazos

Ao abrir o Caixa Tem ou o aplicativo do Bolsa Família, é comum deparar-se com mensagens de “averiguação unipessoal” ou pedidos de atualização. Se você fez a atualização antes do dia 12 de janeiro, a mensagem deve sumir até o final de fevereiro.

Para aqueles que atualizaram após essa data, a mensagem persistirá até março. O Ministério do Desenvolvimento Social realiza extrações de dados em datas específicas, sendo crucial compreender esses prazos.

Processo de Extração de Dados: O Que Você Precisa Saber

O Ministério do Desenvolvimento Social extrai os dados do CRAS, registrando as atualizações feitas até o dia 12 de cada mês. Se você atualizou seus dados antes dessa data, a mensagem deve desaparecer na extração subsequente, geralmente realizada no dia 13.

Para atualizações feitas após o dia 12, a retirada da mensagem ocorrerá na extração seguinte, por volta do dia 9 do mês seguinte.

Perguntas Frequentes: Encontre Respostas no Site do Ministério

Caso ainda haja dúvidas, o site do Ministério do Desenvolvimento Social oferece uma seção de Perguntas Frequentes. Na pergunta 24, explicam que as mensagens persistem caso a família tenha atualizado após a data de extração do Cadastro Único. 

Agora, você está munido de informações essenciais para lidar com as mensagens nos aplicativos sociais. Lembre-se de que a regularidade nas atualizações é fundamental, e compreender os prazos das extrações do Ministério do Desenvolvimento Social é a chave para uma experiência tranquila.

Para receber o Bolsa Família em 2024, é necessário atender aos seguintes requisitos:

  • Renda mensal per capita de até R$ 218,00. A renda per capita é calculada dividindo-se a renda total da família pelo número de pessoas que a compõem.
  • Estar cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O CadÚnico é um registro que reúne informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda.
  • Comprovar frequência escolar das crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. As crianças e adolescentes de 6 a 17 anos devem estar matriculados na escola e frequentando as aulas regularmente.
  • Realizar acompanhamento de saúde de crianças e gestantes. As crianças de 0 a 6 anos e as gestantes devem ser acompanhadas pela rede de saúde pública.

Além desses requisitos, a família também deve cumprir com as regras estabelecidas pelo programa. Essas regras incluem:

  • Manter os dados atualizados no CadÚnico. As famílias devem informar ao governo qualquer alteração nos seus dados pessoais ou familiares.
  • Participar de ações e programas de assistência social. As famílias podem ser convidadas a participar de ações e programas de assistência social, como cursos profissionalizantes, atividades culturais e esportivas.

Os benefícios do Bolsa Família são pagos mensalmente por meio da Caixa Econômica Federal. O valor do benefício varia de acordo com a composição familiar e a renda per capita.

Para se inscrever no Bolsa Família, a família deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua cidade. O CRAS é uma unidade pública que oferece serviços de assistência social às famílias em situação de vulnerabilidade social.

A inscrição no Bolsa Família é gratuita e não é necessário pagar nenhum valor para participar do programa.

O calendário do Bolsa Família de fevereiro de 2024 foi divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento Social em 26 de dezembro de 2023.

Os pagamentos começam no dia 16 de fevereiro e seguem até o dia 29, de forma escalonada, de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) das famílias beneficiárias.

A seguir, o calendário completo:

Data NIS final
16/02 1
19/02 2
20/02 3
21/02 4
22/02 5
23/02 6
24/02 7
25/02 8
26/02 9
27/02 0

O valor do benefício é de R$ 600 para todas as famílias beneficiárias, com acréscimos de R$ 150 para famílias com crianças de até 6 anos, R$ 50 para famílias com gestantes e R$ 50 para famílias com crianças de 7 a 17 anos ou recém-nascidos de até 6 meses.

Para consultar as datas de pagamento do Bolsa Família, as famílias beneficiárias podem acessar o aplicativo do programa ou entrar em contato com a Caixa Econômica Federal.

O pagamento do Bolsa Família em 2024 é creditado na conta Caixa Tem nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) do responsável familiar.

Os beneficiários do Bolsa Família têm acesso a uma série de benefícios oferecidos pelo CAIXA Tem, o aplicativo de serviços bancários da Caixa Econômica Federal.

Esses benefícios incluem:

  • Recebimento do benefício: O Bolsa Família é pago mensalmente pelo CAIXA Tem. Os beneficiários podem consultar o saldo e o extrato da conta, além de gerar o código de barras para saque ou transferência.
  • Pagamento de contas: O CAIXA Tem permite que os beneficiários paguem contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral.
  • Transferências: Os beneficiários podem realizar transferências para outras contas bancárias, inclusive para contas de outros bancos.
  • PIX: Os beneficiários podem realizar transações instantâneas via PIX.
  • Acesso a outros serviços: O CAIXA Tem também oferece acesso a outros serviços da Caixa, como o FGTS, o PIS/Pasep e o seguro-desemprego.

Além desses benefícios, os beneficiários do Bolsa Família também podem participar de campanhas e promoções exclusivas do CAIXA Tem.

A seguir, um resumo dos benefícios oferecidos pelo CAIXA Tem para os beneficiários do Bolsa Família:

Benefício Descrição
Recebimento do benefício Os beneficiários podem consultar o saldo e o extrato da conta, além de gerar o código de barras para saque ou transferência.
Pagamento de contas Os beneficiários podem pagar contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral.
Transferências Os beneficiários podem realizar transferências para outras contas bancárias, inclusive para contas de outros bancos.
PIX Os beneficiários podem realizar transações instantâneas via PIX.
Acesso a outros serviços Os beneficiários podem acessar outros serviços da Caixa, como o FGTS, o PIS/Pasep e o seguro-desemprego.

Para acessar os benefícios do CAIXA Tem, os beneficiários devem baixar o aplicativo no celular e cadastrar uma senha. A senha pode ser cadastrada pelo próprio aplicativo ou em uma agência da Caixa.

Além dos benefícios acima, o CAIXA Tem libera cartão de crédito e empréstimo para beneficiários do Bolsa Família.

O Cartão de Crédito CAIXA Tem é um cartão de crédito disponível, exclusivamente, para os clientes do CAIXA Tem. A contratação é 100% digital por meio do aplicativo CAIXA Tem. Com o Cartão de Crédito CAIXA Tem, você pode realizar compras à vista ou parceladas.

Para solicitar o cartão de crédito, é necessário ter renda mínima de R$ 200,00 e ter o cadastro atualizado no CAIXA Tem. A aprovação do cartão está sujeita à análise de crédito da Caixa.

O Crédito CAIXA Tem é um empréstimo pessoal disponível, exclusivamente, para os clientes do CAIXA Tem. A contratação é 100% digital por meio do aplicativo CAIXA Tem. O valor do empréstimo varia de R$ 100,00 a R$ 1.000,00, com prazo de pagamento de até 24 meses.

Para solicitar o empréstimo, é necessário ter renda mínima de R$ 200,00 e ter o cadastro atualizado no CAIXA Tem. A aprovação do empréstimo está sujeita à análise de crédito da Caixa.

A seguir, um resumo dos benefícios oferecidos pelo CAIXA Tem para os beneficiários do Bolsa Família, além dos benefícios acima:

Benefício Descrição
Cartão de crédito Disponível para beneficiários com renda mínima de R$ 200,00.
Empréstimo Disponível para beneficiários com renda mínima de R$ 200,00.

Para acessar esses benefícios, os beneficiários devem baixar o aplicativo no celular e cadastrar uma senha. A senha pode ser cadastrada pelo próprio aplicativo ou em uma agência da Caixa

Além do CAIXA Tem, outros bancos que liberam cartão de crédito e empréstimo para beneficiários do Bolsa Família são:

  • Banco do Brasil
  • Bradesco
  • Itaú
  • Santander
  • Nubank
  • Inter
  • C6 Bank
  • Banco Original

Esses bancos oferecem diversas opções de cartão de crédito e empréstimo para beneficiários do Bolsa Família, com diferentes condições de renda, juros e prazo de pagamento.

Para solicitar um cartão de crédito ou empréstimo, os beneficiários devem apresentar os seguintes documentos:

  • Identidade
  • CPF
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de renda

A aprovação do cartão de crédito ou empréstimo está sujeita à análise de crédito do banco.

A seguir, um resumo dos bancos que liberam cartão de crédito e empréstimo para beneficiários do Bolsa Família:

Banco Cartão de crédito Empréstimo
CAIXA Tem Sim Sim
Banco do Brasil Sim Sim
Bradesco Sim Sim
Itaú Sim Sim
Santander Sim Sim
Nubank Sim Sim
Inter Sim Sim
C6 Bank Sim Sim
Banco Original Sim Sim

É importante que os beneficiários pesquisem as condições oferecidas por cada banco antes de solicitar um cartão de crédito ou empréstimo.

Deixe uma resposta