CadÚnico ganha novo prazo para atualização; Fique atento!

CadÚnico

O pagamento de todos os benefícios concedidos pelo governo federal depende de dados do Cadastro Único (CadÚnico). Assim, é necessário manter as atualizações em dia para não correr o risco de ser afastado da folha de pagamento.

O prazo para atualizar as informações do sistema havia acabado, mas o governo federal prorrogou porque um grande número de brasileiros está com os dados desatualizados.

Qual é o novo prazo?

Antes de mais, importa referir que o prazo anterior era até 11 de novembro. No entanto, para vários beneficiários que não atualizaram seus cadastros, o governo federal estendeu o prazo para daqui a três meses.

Além disso, vale ressaltar que o novo prazo foi decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), que determinou que a União não retém pagamentos de pessoas que não atualizaram seus dados. A decisão da juíza Letícia Mello atendeu a pedido da Defensoria Pública da União (DPU).

Qual a função do CadÚnico?

O Cadastro Único é como um banco de dados do governo federal. Isso significa que, por meio dele, o governo armazena informações importantes sobre os cidadãos brasileiros, entre as quais podemos citar:

  • nome completo;
  • CPF;
  • número de membros da família;
  • renda;
  • número de dependentes.

Dessa forma, esses dados garantem a concessão do benefício aos cadastrados. Vale ressaltar que cada programa de governo tem suas próprias exigências, portanto os dados do CadÚnico funcionam como um filtro para determinar quem tem direito a determinado benefício.

Quais são os benefícios que usam os dados do CadÚnico?

Veja abaixo quais programas do governo federal utilizam dados do Cadastro Único para conceder o benefício:

  • Auxílio Brasil;
  • Auxílio Gás;
  • CNH Social;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior;
  • Auxílio Esporte Escolar;
  • Isenção da conta de luz;
  • Telefone Popular.

%d blogueiros gostam disto: