É possível solicitar a aposentadoria pela internet?

A criação da plataforma Meu INSS atendeu às necessidades dos segurados que nem sempre têm condições de se deslocar a uma agencia do INSS. Por meio dele, o segurado pode acessar diversos serviços do INSS sem sair de casa, sendo um deles os pedidos de aposentadoria.

Solicitação da aposentadoria pela internet

O segurado que pretende se aposentar pelo Meu INSS deve primeiro se cadastrar na plataforma.

A segunda etapa é utilizar o INSS no CNIS para verificar se o período de contribuição está correto. O terceiro passo é escanear os documentos necessários ao aplicativo, o que facilita o procedimento.

Importante: Calcular os benefícios esperados é fundamental, pois assim o segurado poderá entender o tipo de aposentadoria que pode garantir mais benefícios e seu valor.

Veja abaixo o passo a passo sobre para solicitar seu beneficio online:

  • Acesse a plataforma Meu INSS;
  • Faça o login da sua conta;
  • Escolha a opção “Pedir aposentadoria”;
  • Selecione a modalidade de aposentadoria desejada  (por idade, por tempo de contribuição, especial, entre outras);
  • Responda o questionário sobre sua vida profissional;
  • Preencha as informações e anexe os documentos solicitados;
  • Informe o CEP do local onde mora. Essa informação é necessária para que a plataforma indique o posto de atendimento mais próximo. Também aparecerá um campo para dados bancários;
  • Verifique se tudo está correto, selecione a opção que afirma que todos dados foram lidos e confirme;
  • Por fim, clique em avançar.

Quais são os documentos necessários para a solicitação da aposentadoria?

Confira abaixo, os documentos que devem ser apresentados:

  • Cópia do documento de identidade e CPF ou CNH. Vale lembrar, que se o RG não tiver o número do CPF, o cartão do CPF também deverá ser anexado;
  • Carteira de Trabalho com o histórico dos empregadores;
  • CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais. O documento deve conter todas as guias pagas pelo segurado nos seus respectivos valores;
  • Comprovante de endereço residencial;
  • Requerimento por escrito;
  • Comprovante de tempo de atividade especial, se for o caso;
  • Comprovante de atividade no exterior, se for o caso;
  • Comprovante de atividade rural, se for o caso.

Importante:  Para evitar erros na candidatura à reforma, a melhor forma é contratar um advogado especialista em segurança social. Desta forma, o segurado garante os interesses mais benéficos e não corre o risco de qualquer dano por falta de informação ou dados incorretos.

%d blogueiros gostam disto: