Governo volta a trás e diz que não pode aumentar o salário mínimo acima da inflação

Após prometer salário mínimo de R$ 1.320,00 em 2023, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quinta-feira (12) que não pode dar aumento de 3% no salário mínimo porque tudo é levado em conta como “gasto”.

“Tudo que a gente faz é gasto. Tudo. […] Enquanto isso, a gente não pode dar aumento de salário-mínimo de 3%, porque é gasto. Não dá certo. Não é possível”, enfatizou Lula. “Nós vamos ter que construir uma outra narrativa nesse país. Tudo que a gente fizer para melhorar a vida do nosso povo tem que ser tratado como investimento”, defendeu.

Reajuste no salário mínimo

Apesar do novo valor do salário mínimo de R$ 1.302,00, proposto pela equipe econômica de Jair Bolsonaro (PL) no final de 2022, o aumento real, ou seja, o valor acima da inflação, é de apenas 1,41%.

No entanto, o atual governo prometeu que o piso salarial será de R$ 1.320,00 em 2023, o que representa um aumento real de 2,81%, quase 3% conforme mencionado por Lula.

No entanto, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), afirmou que o salário mínimo de R$ 1.320,00 não está garantido para este ano.

Beneficiários do INSS

Também na quinta-feira, Haddad explicou que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) teve um aumento significativo no número de beneficiários.

Conseqüentemente, como a maioria dos pagamentos desses beneficiários está vinculada ao salário mínimo, os recursos orçamentários destinados à elevação do salário mínimo são consumidos.

“Esses recursos do orçamento foram consumidos pelo andar da fila do INSS. Porque a partir do início do processo eleitoral, por razões que não tem nada a ver com dignidade, a fila começou a andar”, afirmou Haddad, antes da declaração do presidente.

Por isso, segundo Haddad, o governo está recalculando a possibilidade de aumentar o salário mínimo para R$ 1.320,00 por conta da inclusão de novos beneficiários no INSS.

No entanto, o setor econômico defende que o piso salarial para o restante do ano permaneça em 1.302,00 reais. No entanto, o espectro político teme repercussões negativas. Por ser uma promessa de campanha, ele defendeu ajustes a partir de 1º de maio.

 

%d blogueiros gostam disto: