×

Liberação do Bolsa Família abril

Bolsa Família

Liberação do Bolsa Família abril

A liberação do Bolsa Família para o mês de abril está gerando muita expectativa entre os beneficiários.

Muitas pessoas têm entrado em contato com o chat do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) em busca de informações sobre a liberação e o calendário de pagamentos.

Neste artigo, vamos trazer alguns exemplos de mensagens que os beneficiários têm recebido e esclarecer algumas dúvidas comuns.

Consultas liberadas

O MDS começou a liberar as consultas para o mês de abril, permitindo que os beneficiários verifiquem os detalhes do seu benefício.

É importante ressaltar que cada atendimento pode ser diferente, pois são vários funcionários trabalhando no MDS.

Algumas mensagens informam a data de recebimento, enquanto outras apenas indicam que o benefício está disponível.

Portanto, é normal que haja variação nas informações recebidas.

Exemplo 1

Uma beneficiária entrou em contato com o MDS e recebeu a seguinte mensagem:

Informamos que seu benefício encontra-se liberado, indicando que está disponível para saque a partir do dia 17 de abril, de acordo com o calendário de pagamentos do Bolsa Família.

Essa beneficiária ficou mais tranquila com a liberação do benefício e agradeceu ao atendente do MDS.

Exemplo 2

Outra beneficiária consultou o chat do MDS e recebeu a seguinte mensagem:

Informamos que seu benefício do Bolsa Família encontra-se liberado para abril de 2024, indicando que o benefício está disponível para saque a partir do dia 29/04 de 2024, conforme o último NIS, de acordo com o calendário de pagamentos do Bolsa Família.

Essa beneficiária também foi orientada a entrar em contato a partir do dia 9 de abril para confirmar a situação do benefício.

Exemplo 3

Uma terceira beneficiária verificou no chat do MDS que seu benefício estava liberado, mas não havia sido informada da data de recebimento.

Mesmo assim, ela foi tranquilizada pelo atendente do MDS, que informou que o benefício seria pago no dia 23 de abril, de acordo com o último NIS.

Como podemos perceber, as mensagens podem variar, mas todas indicam que os beneficiários estão liberados para receber o benefício.

Algumas mensagens informam a data de recebimento, enquanto outras não.

É importante destacar que os atendentes do MDS estão trabalhando para atualizar todas as informações o mais rápido possível.

Calendário de pagamentos

O calendário de pagamentos do Bolsa Família para o mês de abril de 2024 foi recentemente divulgado, delineando um aspecto crucial da assistência social no país.

Este programa vital oferece suporte financeiro a famílias em situação de vulnerabilidade, visando mitigar as disparidades econômicas e promover o bem-estar social.

A distribuição dos pagamentos, iniciando em 17 de abril, segue uma estrutura meticulosa, priorizando a eficiência e a equidade.

Os beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) terminados em diferentes dígitos receberão suas parcelas em datas específicas ao longo do mês, garantindo uma distribuição uniforme e acessível dos recursos.

No entanto, a participação no Bolsa Família não é automática. Os critérios de elegibilidade são claros: a renda per capita da família não deve ultrapassar R$ 218 mensais.

Esta condição é fundamental para assegurar que os recursos sejam direcionados às famílias que realmente necessitam, combatendo a pobreza e promovendo a inclusão social.

Para ingressar no programa, é imperativo que os interessados estejam devidamente inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), um banco de dados essencial para a gestão eficaz dos programas sociais.

O processo de inscrição requer atualização regular dos dados e pode ser realizado em postos de assistência social, como os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), mediante apresentação de documentos válidos.

É crucial ressaltar que, embora inscrita no CadÚnico, a família não é automaticamente incluída no Bolsa Família.

O programa utiliza critérios específicos para identificar as famílias elegíveis, garantindo que os recursos sejam direcionados de maneira justa e eficiente.

A relevância do Bolsa Família é inegável, como evidenciado pelos números impressionantes de beneficiários.

Em março de 2024, mais de 20 milhões de famílias receberam esse suporte essencial, sendo a maioria liderada por mulheres, destacando o papel fundamental das mulheres na sustentação familiar.

Os benefícios fornecidos pelo programa são diversos e adaptados às necessidades específicas das famílias.

Além do valor base de R$ 600, há suplementos adicionais para crianças, adolescentes e gestantes, reconhecendo e endereçando as distintas necessidades dentro das famílias atendidas.

A acessibilidade ao benefício é facilitada por uma ampla rede de locais de saque, incluindo agências bancárias, unidades lotéricas e terminais de autoatendimento, garantindo que os beneficiários tenham acesso fácil aos recursos que tanto necessitam.

Em suma, o Bolsa Família desempenha um papel crucial na redução da pobreza e na promoção da inclusão social no Brasil.

Seu calendário de pagamentos para abril de 2024 é uma demonstração tangível do compromisso do governo em fornecer apoio efetivo às famílias mais necessitadas.

 Aqui está o cronograma completo:

  • NIS com final 1: 17 de abril
  • NIS com final 2: 18 de abril
  • NIS com final 3: 19 de abril
  • NIS com final 4: 22 de abril
  • NIS com final 5: 23 de abril
  • NIS com final 6: 24 de abril
  • NIS com final 7: 25 de abril
  • NIS com final 8: 26 de abril
  • NIS com final 9: 29 de abril
  • NIS com final 0: 30 de abril

O pagamento do Bolsa Família é efetuado pela Caixa Econômica Federal, através de diversas opções:

1. Conta Digital Caixa Tem:

  • A Caixa Econômica Federal abre automaticamente uma conta digital Caixa Tem para todos os beneficiários do programa.
  • O aplicativo Caixa Tem permite:
    • Consultar o saldo do benefício;
    • Sacar o dinheiro em caixas eletrônicos da Caixa e em casas lotéricas;
    • Transferir o dinheiro para outras contas;
    • Pagar contas e boletos;
    • Fazer compras online.

2. Cartão do Bolsa Família:

  • O Cartão do Bolsa Família pode ser usado para:
    • Sacar o dinheiro em caixas eletrônicos da Caixa e em casas lotéricas;
    • Fazer compras em lojas que aceitam cartão de débito.

3. Agências da Caixa Econômica Federal:

  • É possível sacar o dinheiro do Bolsa Família em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, mesmo que você não tenha conta na Caixa.
  • Para sacar o dinheiro, é necessário apresentar o Cartão do Bolsa Família ou um documento com foto.

4. Lotéricas:

  • É possível sacar o dinheiro do Bolsa Família em casas lotéricas.
  • Para sacar o dinheiro, é necessário apresentar o Cartão do Bolsa Família ou um documento com foto.

5. Correspondentes CAIXA Aqui:

  • É possível sacar o dinheiro do Bolsa Família em Correspondentes CAIXA Aqui.
  • Para sacar o dinheiro, é necessário apresentar o Cartão do Bolsa Família ou um documento com foto.

Em abril, o Bolsa Família oferece novos adicionais aos beneficiários, incluindo o retorno do Auxílio-Gás.

Os valores variam de acordo com a composição familiar, com acréscimos para gestantes, nutrizes e crianças.

O Auxílio Gás é de R$ 102, podendo variar conforme o preço do botijão nos últimos seis meses.

Os pagamentos são cumulativos, proporcionando uma renda mais substancial para as famílias neste mês.

A seguir, apresentamos a composição dos pagamentos para o mês de abril:

– R$ 600: valor base do Bolsa Família para todos os inscritos;
– R$ 50: acréscimo para cada gestante ou nutriz na família;
– R$ 150: acréscimo para cada criança com até 6 anos de idade na família;
– R$ 50: acréscimo para cada criança ou adolescente entre 7 e 18 anos incompletos;
– R$ 102: valor do Auxílio Gás em abril.

A antecipação do Bolsa Família é uma medida crucial em estados em estado de calamidade pública. Além do Rio de Janeiro, Amapá, Ceará, Paraná, Rio Grande do Sul e Sergipe também garantem essa antecipação.

Essa ação visa proporcionar suporte financeiro imediato às famílias em situações emergenciais.

Como receber mais de R$ 600 no Bolsa Familia?

Para ultrapassar os R$ 600 do Bolsa Família, é possível considerar a inclusão de crianças menores de seis anos no cálculo.

Por exemplo, uma família com quatro membros, incluindo duas crianças nessa faixa etária, receberia R$ 900 (R$ 600 base + R$ 150 por criança).

Em outro caso, uma família com dez membros receberia R$ 1.420, calculado a partir de R$ 142 por pessoa.

Deixe uma resposta