Pente-fino do Auxílio Brasil : 4,9 milhões de beneficiários vão ser chamados para revisão

Pente-fino do Auxílio Brasil

No primeiro trimestre de 2023, a equipe de transição do novo governo brasileiro planeja fazer um pente fino no programa Auxilio Brasil. É o que informa o grupo social do projeto. Mais de 4,9 milhões de beneficiários vão ser chamados.

O Tribunal de Contas da União, ou TCU, descobriu evidências de que mais de 3,5 milhões de famílias estavam recebendo benefícios indevidamente quando perceberam transferências incomuns de mais de R$ 3,5 bilhões.

Uma matéria publicada no jornal O Globo afirma que mais de 22% das famílias cadastradas como unipessoais serão convocadas pelo programa. Isso também é conhecido como famílias de várias pessoas, porque não é recomendado ter mais de uma pessoa para ajudar nas despesas de uma família.

Famílias podem ser divididas como resultado de divisões artificiais. Consequentemente, mais de um membro da família recebe o Auxilio Brasil.

Como será feito o pente-fino do Auxílio Brasil

Entre fevereiro e março de 2023 o pente fino vai ser realizado. Com isso, 4,9 milhões de beneficiários classificados como famílias unipessoais devem ir os Centros de Assistência Social (CRAS).

Mediante solicitação, esses beneficiários devem comprovar sua condição de empresa individual. Caso não comprovem, o benefício será cancelado.

Primeiro, a conta será bloqueada. Graças a isso, o beneficiário terá tempo para coletar provas que confirmem sua situação. Caso ainda não consiga comprovar sua situação , o benefício será cancelado.

Problemas com o programa

Por isso, o pente-fino da Auxílio Brasil virou consenso. Diante disso, o novo governo pretende mudar alguns pontos centrais do programa para garantir sua eficiência.

Por exemplo, adicionar definições de transferências e condições de pagamento para famílias extensas (frequência escolar e renovação do cartão de vacinação).

 

%d blogueiros gostam disto: