Auxílio Brasil: é possível consultar valores através do Caixa Tem

O governo federal começa a pagar o Auxílio Brasil nesta quarta-feira (17). No primeiro dia, os valores são pagos aos usuários do ex-Bolsa Família cujo número do NIS termina em 1. Pelo menos é o que mostra o calendário oficial do programa.

Mesmo com o início do pagamento, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre esse processo de transferência. Segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, pelo menos alguns deles podem ser obtidos por meio de diversos aplicativos disponíveis na internet.

Quem já recebeu auxilio emergencial, e até Bolsa Família, pode fazê-lo por meio do aplicativo Caixa Tem. Pra quem não lembra, esse foi um aplicativo que milhões de brasileiros já usaram e ainda usam para transferir dinheiro que foi depositado em sua conta digital.

Este aplicativo ainda funciona. Ele também atuará como consultor do novo Bolsa Família. Assim, as pessoas poderão abrir o aplicativo para saber qual será o prazo de pagamento e quanto o cidadão receberá naquele mês específico. Pelo menos foi o que disse o presidente Pedro Guimarães.

Além do Caixa Tem, o cidadão também pode verificar essas informações por meio do app oficial do Auxílio Brasil. Agora está disponível nas lojas de aplicativos móveis Android e iOS. Aliás, já tem mais de 10 milhões de downloads até a manhã desta quarta-feira (17). Isso é conhecido.

Auxílio Brasil começou

Segundo informações oficiais, o governo começará a quitar o Auxílio Brasil na próxima quarta-feira (dia 17). Esta é a primeira repetição na história do programa. Os benefícios surgiram para substituir o Bolsa Família.

No primeiro dia eles recebem brasileiros que participaram do projeto anterior e cujo Número de Cadastro Social (NIS) termina com 1. São cidadãos em situação social difícil.

Segundo informações do Ministério da Cidadania, cerca de 14,5 milhões de pessoas deverão receber essa primeira parcela da Ajuda Brasileira. Portanto, apenas os cidadãos já estavam com o antigo abono.

Calendário de pagamentos do auxilio Brasil

Falta de garantia

A proposta do governo federal é aumentar o tamanho do Bolsa Família a partir do segundo mês de pagamento. O plano para dezembro é aumentar o valor médio de 217 reais para um mínimo de 400 reais. Pelo menos essa ideia.

Mas isso só vai acontecer se a PEC do Precatório aprovar. Na verdade, o texto relevante foi aprovado pela Câmara dos Representantes e atualmente está sendo processado pelo Bundesrat. Até então, ainda não há como saber o que vai acontecer.

Portanto, oficialmente você não pode ter certeza de como será o futuro do plano após o segundo pagamento. Segundo o ministro dos Cidadãos, João Roma, a votação da PEC tem de ser ainda este mês. Do contrário, será impossível aumentar a ajuda do Brasil.

%d blogueiros gostam disto: